quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Um domingo divertido. Apesar de o Flamengo ter empatado com o Botafogo.

Finalmente resolvi voltar a cantar e colocar minhas músicas em ação.
O primeiro ensaio foi um pouco estressante pra mim por que estou meio enferrujada, mas deu pro gasto.
Estou muito feliz de ter sido apresentada (pelo Zazá) ao Fernando, que com a benção de Deus e que mais quiser abençoar, forma a partir de agora uma grande parceria comigo.

Vou dar um gostinho e claro, fazer uma propaganda do primeiro ensaio.
A primeira é mais que conhecida e a segunda é de autoria de Isaias Pacheco.

Se quiserem criticar ótimo, mas peguem leve.

"Tristeza"

video

"Eu também"

video

Beijos.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Cuidado com a caixa de fósforo.

Muito cuidado mesmo.
Ontem protagonizei uma experiência quase pirotécnica.
Dez da noite, fome e um fogão com acendimento fosforomático.




Uma receita maravilhosa se você quiser ficar com o dedo assim:

E você pode querer perguntar. Mas como isso aconteceu?
Foi assim. Abri a caixinha de fósforo, tirei uma unidade e risquei na lateral da própria caixa como indica as instruções de uso, ni-qui faço isso a m.... da F.D.P da caixa vira uma bola de fogo e cai no chão.


Na foto não dá pra ver como realmente ficou e a dor... nem te conto.



Depois de ficar 30 min. com o dedo de molho na água gelada (o que melhorava um pouco a sensação de cozimento do mindinho), a maneira de dormir sem perder o fôlego de dor, foi congelar a mão inteira no vento 0 graus do condicionador de ar.



Além do meu dedo - que foi cortado, queimado e cicatrizado instantaneamente pela labareda - a caixa de fósfoto também não se deu muito bem.




Desgraçada.

...........................................................................................................................


Mudando de assunto.

O tal livro que "IRA! - Aprenda a expressar esta emoção" de Gary Chapman; Chamaria mais minha atenção se o autor, não relacionasse tanto seus argumentos a acontecimentos bíblicos. Talvez, por não ser perita em bíblia e esperar respostas obtidas em pesquisas antropológicas e não teológicas, o livro tenha me enfadado tanto. Mas para quem é mais religioso-católico pode ser uma boa experiência.
O assunto é ótimo a narrativa eu não gostei.

Por outro lado, “Esboço para uma teoria das emoções” de J-P Sartre, recentemente emprestado a mim, é mais uma aula de como ser elegante em qualquer tempo. Nem vou me atrever a comentar o livro. Sou fã e suspeita, não prezo imparcialidade nesses casos. Então leiam e cheguem à suas próprias conclusões.



Grande beijo e não passem nada em queimaduras, só água fria.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

"Valor da doença. - O homem que jaz doente na cama talvez perceba que em geral está doente de seu ofício, de seus negócios ou de sua sociedade, e que por causa dessas coisas perdeu a capacidade de reflexão sobre si mesmo: ele obtém esta sabedoria a partir do ócio a que sua doença o obriga.”

F. Nirtzsche

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

4 anos de muito amor!

Ontem, dia 27 de janeiro, eu e meu querido e grande amor Isaias, completamos quatro anos juntos.

No decorrer destes anos, muitas coisas mudaram, todas melhoraram e não perco a certeza de que o melhor só há de vir.

Gostaria muito de ter comemorado esse dia tão feliz como ele merecia, mas fui acometida de uma gripe pavorosa e a melhor coisa que consegui fazer foi continuar sã, em meio a tanta tosse, fungadas, rolos de papel higiênico, comprimidos, xaropes, espirros (que tiram todas as minhas forças), pastilhas para garganta e tonturas.

Hoje não estou melhor, mas pretendo sair de casa para comemorar nosso aniversário. Já basta a minha falta de vontade festiva quando se trata do meu aniversário.

Bem, é isso. Quero escrever mais sobre esse e outros assuntos, mas meus olhos já estão ardendo.
Voltarei para minha leitura, que não está indo muito bem pelo sono que sinto o dia inteiro. Se for bom eu falo sobre ele. Pensando bem se for ruim também.
“Ira!” de Gary Chapman.

Até mais amiguinhos!

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

"Pintei!"

Venho hoje aqui, somente agradecer a ajuda – mesmo que inconsciente – de uma amiga, por dividir mais uns dias difíceis da minha vida e me fazer encarar minhas agonias de maneira mais amena.

Companhia e reconhecimento de si no outro, em muitos momentos já é um grande remédio. (fora o Rivo)

Além disso, a excelente leitura graças ao empréstimo de “Rainer Maria Rilke – Cartas a um jovem poeta - ...”, foi fundamental para a reposição de um pouco de bom humor.

Muito obrigada Srt. Roberta Fernandes


Desculpem-me a escrita. Estou com muito sono.
Graças ao bom Deus.

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Passeio ao Grumari

É impressionante como nós não aproveitamos as coisas simples da vida.
Eu sei que essa frase é mais velha que a fome, mas é uma verdade.
Hoje, excepcionalmente, meu marido saiu mais cedo do trabalho e me chamou para irmos almoçar juntos – almoço de 4h da tarde mas ainda assim conta – com uns amigos no Grumari, um Bairro aqui perto da Barra da Tijuca onde nós moramos.
Nunca fomos lá, mesmo sendo tão perto, é mais fácil atravessarmos a ponte Rio-Niterói e fazer as mesmas coisas de sempre, como sentar no Bar do
Esporte e comer churrasquinho e beber whisky cercados de mil e um prédios, do que buscar conhecer os lugares paradisíacos que existem por aqui.
Pois bem, o caminho até o restaurante já é uma maravilha, o mar batendo forte, a chuvinha caindo vez e quando, os surfistas e pescadores se aprontando para encarar as águas meio revoltas, pessoas muito ativas fazendo exercícios no frio e na chuva vestidos apenas de short e camiseta, poucos carros na rua, afinal não tinha sol e o objetivo da praia não é pegar uma gripe, enfim tranqüilidade total.
Depois de subirmos duas serrinhas com vistas maravilhosas da praia do Recreio e das ilhas que enfeitam a orla, chegamos ao tal restaurante construído dentro da mata, todo de madeira e vidro dentro da floresta.
No canto do salão um tronco de árvore atravessa o teto possibilitando o tráfego dos micos – que se divertem roubando ou pedindo saches de açúcar que ficam nas mesas – além de enfeitar o salão, ambientar e introduzir mais ainda os clientes no ‘climão” de floresta tropical.
Fiquei por vários momento, hipnotizada com a paisagem cheia de verde, mar e lagoas em todas as direções que olhava. Uma cantora, dessas de bar mesmo, levava sua música com um violão simples e uma voz muito suave que eu poderia ouvir o dia todo - ela é boa mesmo, todos os clientes que saiam iam parabenizá-la.
Depois de dois “chopecos” veio a comida.
Primeiro pastéis de camarão com siri e camarões muito bem temperados e sem cabeça, vale lembrar.
Detonada a primeira rodada, veio um peixe enorme, moqueca de peixe com camarão, bobó de camarão, farofinha de alho e aquele que está em todas, o arroz.
Tudo muito gostoso e em ótima quantidade, tanto que metade foi pra casa na quentinha.
Ai ai, muito bom!
Não queria mais vir embora, mas tive que vir e a vista da vinda é melhor ainda. Só vendo.
Esqueci de levar a câmera, da próxima vez eu coloco um fotinhuu.

É isso, espero aproveitar mais as belezas que tenho por perto e que vocês também se inspirem a olhar as coisas bacanas que estão por aí.

Grande beijo e ótimo ano.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Listinha de fim de ano!



Não gosto muito de fazer listas de fim de ano, mas gosto de brincadeirinhas. Então lá vai.
A queridíssima Red, do blog www.blogs.abril.com.br/procurandoorgasmos , me convidou para estas duas brincadeiras.

A primeira é: As 5 coisas que mais quero em 2009.
As regras são:

- Listar as 5 coisas que você mais quer em 2009. Podem ser coisas materiais, espirituais, podem ser coisas para você ou para o mundo.


- Convidar 5 amigos para participar. Não esqueça de colocar essa imagem no seu post, assim como o link de quem te chamou para a brincadeira.

Minha lista é:
1) Continuar sendo muito feliz com meu maridão e meu filhote
2) Gravar meu cd
3) Publicar meu livro
4) Estar sempre perto dos meus amigos
5) Não precisar ir a nenhum enterro
Convido para esta brincadeira e exercício de reflexão, os donos dos links abaixo

A segunda é:

1. Agarrar o livro mais próximo.
2. Abrir na página 161.
3. Procurar a 5ª frase completa.
4. Colocar a frase no blog.
5. Não escolher a melhor frase nem o melhor livro!!! Utilizar mesmo o livro que estiver mais próximo.
6. Passar a 5 pessoas
........................................................
1. O meu foi esse aí do lado. "Humano demasiado humano", estava em cima do monitor.
2. Pág 161. ok
3. Achei!
4."Um perfeito sinal da boa qualidade de uma teoria é o seu autor não abrigar, durante quarenta anos, desconfiança alguma em relação a ela; mas eu afirmo que ainda não houve filósofo que afinal não tenha olhado com desdém - ou no mínimo com suspeita - para a filosofia que criou em sua juventude."
5. Juro que esse era o mais próximo.
6. Não "passarei" , mas convido todos a brincar também. E me avisem caso façam, quero saber o que vocês estão lendo.
É isso aí. Feliz Natal novamente.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Vá com Deus! Parte II

Pois é, como é que pode?
Fora as excentricidades típicas de uma “Rainha Pop”, como demitir um de seus seguranças por olhar pra ela, isso mesmo, OLHAR; Madona demonstrou como é respeitado o nosso Brasil, ao querer se encontrar com Lula. Olha que bonito!
Mas depois da resposta do Palácio do Planalto, de que sua produção deveria ter mandado um pedido oficial para encontrar-se com o Presidente, como qualquer pessoa deve fazer, a mesma produção de Madona declarou que quem deveria fazer um pedido, era o nosso Presidente da República Luis Inácio Lula da Silva, para que o encontro acontecesse.
Percebam a consideração e apreço que uma coroa coroada tem pelo nosso país.
Lindo, emocionante!

Quando será que o brasileiro vai começar a respeitar o Brasil e deixar admitir esse tipo de coisa?

............................................................................................................................


Mudando de P. pra C.

Meu filho está com novo visual para o verão. Muito Lindão da mamãe.


Antes
Depois

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Vá com Deus!

Tem gente que não sabe a hora de se encontrar com “papai do céu”.

Não sei se é por ter na minha lista de preferidos, cantores e compositores falecidos que tenho essa idéia, mas sinceramente, tem gente que já deu o que tinha que dar - muito bem até, não que desmerecer de maneira alguma - e com a relutância em morrer acaba fazendo “M”, ou pior, não faz nada de novo e só e repete, repete e repete as mesmas coisas por uma década só para dizer que está vivo. Cristo Pai. Que porre de vinho!!!
Não faço idéia do que minha queridíssima Elis estaria fazendo hoje em dia, mas concordo, com certa dor no coração, com seu filho mais velho, João Marcelo, quando diz que ela morreu na “hora certa”.
Só viveu o tempo de ser perfeita, desculpem a tietagem, mas eu não agüento.

Amo o Caetano, por exemplo, e compreendo perfeitamente que ele não está preocupado em agradar ninguém, pode dar-se ao luxo de lançar “obras” experimentais e até virar Mc Caetano se quiser. Porém, “aaai porém...”, gostaria muito que houvesse consideração com os fãs que querem continuar admirando seus artistas favoritos. E sem essa de que, quem gosta mesmo, tem, deve ou vai gostar de qualquer coisa produzida por seus ídolos, por que isso é bobagem!
Gil é outro, rolo na sarjeta de paixão com as letras desse cara, mas agora só sabe fazer música sobre internet, tecnologia, internet, tecnologia ...

Devo dizer que, tem artistas que continuam a caminhar elegantemente em suas carreiras, sustentando um talento atemporal, permitindo-os o título de gênios. Como Chico e Madona (para ser democrática e globalizada). E se isso é possível, que seja feito. Como é que Lennon, Cazuza e mais tantos outros, conseguem ser atuais meso debaixo da terra e além dos céus, e quem está aí vendo tudo nesse mundo de meu Deus, consegue ser mais démodé que essa palavra?


Farei 3 pequenas listas, com dois nomes de artistas e bandas que saíram de cena no tem certo, vivem e estão bem ou ótimos e outra com os que já passaram do ponto. Gostaria de saber quais nomes vocês agregariam às tais. E a opinião é claro!

No ponto:
Elis Regina
Renato Russo

Vivos, vivíssimos:
Chico Buarque
Rita Lee

Mal passado:
Roberto Carlos
Caetano Veloso


Bem, “Feliz Natal!” e bom especial RC de fim de ano, com Rita Lee mandando ver no rock'n'roll, com "Garota papo firme", "Papai me empresta o carro" e outras. Querendo agarrar e beijar o Rei e tudo.
Palmas ao precursor do rock no Brasil.

E lembre-se, apesar de ser “O Rei”, sua avó merece mais do que um cd do Roberto Carlos de presente de natal, a minha pelo menos não agüenta mais.